TSE aplica multa de R$ 30 mil a Zambelli

Os ministros concluíram que a deputada praticou propaganda eleitoral irregular online.

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deliberou de forma unânime a imposição de uma multa de R$ 30 mil à deputada Carla Zambelli (PL-SP) por disseminar notícias falsas relacionadas ao processo eleitoral e ao aplicativo e-Título.

Os ministros do TSE consideraram a deputada culpada por realizar propaganda eleitoral irregular na internet. Durante a campanha eleitoral de 2022, Zambelli divulgou em suas redes sociais informações falsas alegando que o QR Code do título de eleitor digital registraria votos para o então candidato à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva.

Na época, o ministro Raul Araújo determinou a remoção das publicações. Nesta terça-feira (20), os ministros analisaram o mérito da conduta da deputada. O relator do caso, ministro Floriano de Azevedo Marques, ressaltou que o valor da multa foi estabelecido considerando a reincidência da conduta.


A ministra Cármen Lúcia destacou o comportamento de Zambelli, observando que “a pessoa sabe que não pode adotar tal conduta, tem ciência de sua falsidade e, ainda assim, a propaga com um dolo muito específico”.

Apenas o ministro Nunes Marques votou a favor de reduzir a multa pela metade, para R$ 15 mil, mas sua posição foi vencida pela maioria dos ministros.

A Agência Brasil procurou a assessoria de Carla Zambelli para comentar o assunto, mas até o momento não obteve resposta.

Share this post

PinIt

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    scroll to top
    Instagram
    Tiktok
    YouTube
    YouTube