Alexandre Correa pode enfrentar prisão iminente

O empresário Alexandre Correa, ex-marido da apresentadora Ana Hickmann, protagonizou um episódio que colocou em xeque a medida protetiva imposta contra ele. Ana Hickmann buscou a polícia após Correa, alegadamente, desrespeitar a ordem judicial ao vigiar a residência da artista por aproximadamente 45 minutos.

A medida protetiva, emitida em novembro de 2023, proíbe explicitamente que Correa se aproxime a menos de 500 metros da apresentadora. Além disso, determina que nos dias em que o filho do casal está sob a guarda do empresário, ele não pode realizar o transporte da criança de volta à casa de Ana, incumbindo essa responsabilidade aos avós paternos.

A situação agora se torna mais delicada para Alexandre Correa, pois, segundo a advogada Fabiana Oliveira, especialista em direito penal consultada pelo portal, o empresário pode ser preso a qualquer momento devido ao descumprimento da medida protetiva.

“A liberdade concedida ao empresário, juntamente com as cautelares diversas à prisão, podem ser revogadas diante do não cumprimento das determinações judiciais”, alerta Oliveira. A advogada enfatiza que o documento que estabelece a medida protetiva é de caráter de urgência, indicando a seriedade da situação.

A equipe de reportagem procurou ouvir outros especialistas sobre o tema, e a opinião geral é que o descumprimento reiterado da medida protetiva pode levar à prisão imediata de Correa. Contudo, ressalta-se que o desfecho do caso dependerá da avaliação do Poder Judiciário.

Diante desse cenário, o empresário enfrenta a possibilidade real de ser detido a qualquer momento, o que intensifica a tensão em torno do conturbado divórcio entre Alexandre Correa e Ana Hickmann. O portal continuará acompanhando o desdobramento do caso e atualizará os leitores conforme novas informações surgirem.

Share this post

PinIt

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    scroll to top
    Instagram
    Tiktok
    YouTube
    YouTube