Suzane von Richthofen dá à luz filho em meio a polêmicas

Na madrugada da última sexta-feira, Suzane von Richthofen, conhecida por ter sido condenada pelo brutal assassinato de seus próprios pais, deu à luz seu primeiro filho na maternidade do Hospital Albert Sabin, localizado em Atibaia, interior de São Paulo. O parto foi realizado por meio de cesariana e, de acordo com informações do jornalista e escritor Ullisses Campbell, o bebê recebeu o nome do pai, Felipe Zecchini Muniz.

Surpreendentemente, a família paterna optou por não incluir o sobrenome de Suzane, Richthofen, no registro da criança, buscando evitar a associação do recém-nascido ao terrível crime cometido pela mãe. O jornalista revela que a decisão partiu do pedido da família do pai da criança, Felipe Muniz.

Coincidentemente, o nascimento do bebê ocorreu no mesmo dia do aniversário de Daniel Cravinhos, ex-namorado e comparsa de Suzane no crime que chocou o país. Cravinhos, que atualmente é casado com a influenciadora Andressa Rodrigues, celebrou seus 43 anos na sexta-feira.

Em uma entrevista, Daniel Cravinhos declarou que optou por não ter filhos, pois não desejava enfrentar o constrangimento de um dia ter que explicar a uma criança o crime que cometeu. Essa revelação acrescenta mais um aspecto curioso e perturbador à narrativa já repleta de polêmicas.

Atualmente, Suzane von Richthofen cumpre uma sentença de 39 anos de prisão, encontrando-se em regime aberto. Seu ingresso discreto na maternidade revela a complexidade do cenário em que a condenada tenta levar adiante sua vida.

Antes de dar entrada no quarto 117 do Hospital Albert Sabin, a direção da instituição emitiu instruções rigorosas para que nenhum funcionário fotografasse Suzane e que evitassem qualquer conversa que não estivesse relacionada ao parto. Uma enfermeira, que preferiu não se identificar, revelou que quem descumprisse tal ordem seria demitido.

Para preservar sua privacidade, Suzane entrou na maternidade pela porta dos fundos, durante a madrugada, evitando qualquer contato com outros pacientes. Após o parto, foi acomodada em um quarto no primeiro andar do hospital.

Dois dias antes de dar à luz, Suzane foi flagrada fazendo compras em um supermercado de Bragança Paulista, cidade onde reside com seu atual marido, Felipe Muniz. Esse episódio levanta questionamentos sobre a liberdade da condenada, que mesmo cumprindo pena em regime aberto, segue despertando a atenção e o repúdio da sociedade. O desfecho dessa intrigante saga, marcada por crimes hediondos e escolhas controversas, continua a capturar a atenção do público brasileiro.

Share this post

PinIt

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    scroll to top
    Instagram
    Tiktok
    YouTube
    YouTube