Armamento: Oposição contra Medida de Lula

A oposição na Câmara dos Deputados reagiu à decisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de alterar a taxa de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre armas e munições, apresentando um Projeto de Decreto Legislativo (PDL) para barrar a mudança. O PDL conta com a autoria de 41 deputados que expressaram sua preocupação com a medida do governo.

Liderados pelo deputado Mário Frias (PL-RJ), os legisladores da oposição argumentam que essa alteração na alíquota do IPI restringe a liberdade individual dos cidadãos e prejudica possíveis melhorias no sistema de segurança pública do Brasil. Frias critica a medida, afirmando que ela segue um padrão preocupante de desarmamento da população e um controle excessivo por parte do governo.

Além do PDL, a oposição apresentou um requerimento de urgência, onde o deputado Junio Amaral (PL-MG) denuncia a medida como uma “vingança” contra a segurança pública e privada. Ele acusa o presidente e seu partido de não compreenderem as necessidades da segurança pública.

A medida anunciada por Lula eleva a taxa de IPI em itens como revólveres, pistolas, espingardas, spray de pimenta, carabinas de caça ou de tiro ao alvo e armas de fogo em 55%. Anteriormente, a taxa era de 29,25%, e a decisão do governo provocou um intenso debate sobre a política de armas no país.

Share this post

PinIt

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    scroll to top
    Instagram
    Tiktok
    YouTube
    YouTube