Da Base à Arte: Fermentação Natural Transforma Pão

O pão, alimento essencial consumido por culturas em todo o mundo há milênios, passou por uma incrível evolução ao longo dos anos. De sua fórmula original, composta apenas por trigo, água e fermento natural, o universo do pão culinário se expandiu para abranger uma ampla diversidade, indo desde as versões industrializadas até as criações diárias das padarias locais.

No entanto, um movimento tem ressurgido, buscando resgatar a tradição da fermentação natural do pão. Essa tendência não visa apenas proporcionar uma experiência gustativa autêntica, mas também promover benefícios notáveis para a saúde.

À medida que a procura por fermentação natural cresce, as padarias artesanais em todo o país estão florescendo. Charles Rozenbaum, diretor do Supermercado Palato, destaca que o delicado processo de fermentação natural requer mais tempo em comparação com os pães de produção diária.

“Um pão de fermentação natural não fica pronto no mesmo dia. Há um processo que leva pelo menos 48 horas. Durante esse período, bactérias e leveduras trabalham em conjunto, resultando em benefícios digestivos e proporcionando uma digestão mais suave”, explica Rozenbaum.

Ele ressalta ainda que a arte milenar da fermentação natural oferece benefícios para a saúde: “Os pães de fermentação natural no Palato mantêm a tradição da marca de não utilizar conservantes químicos. Ao contrário dos produtos industrializados com longos prazos de validade, essa escolha proporciona aos nossos clientes uma experiência única, saborosa, aromática e, o mais importante, saudável”. A busca por autenticidade e qualidade está resgatando o antigo ofício da panificação, trazendo consigo uma nova apreciação pelo pão, muito além do básico, transformando-o em uma verdadeira obra de arte culinária.

Share this post

PinIt

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    scroll to top
    Instagram
    Tiktok
    YouTube
    YouTube