Carpina: PM que matou companheira se entrega à polícia

PM Jáleson de Santana Freitas, acusado de assassinar a namorada Simeia da Silva Nunes e ferir um mototaxista, entregou-se à Delegacia de Carpina na última quarta-feira (2). Jáleson estava lotado na Academia da Polícia Militar do Paudalho e tinha um mandado de prisão temporária emitido pelo TJPE desde segunda-feira (31). O crime ocorreu no Bar do Toni, em Carpina, onde após uma agressão, o PM atirou contra Simeia e o mototaxista Marcelo Batista que tentava ajudá-la. Enquanto Simeia faleceu no local, Marcelo segue hospitalizado com ferimentos na coxa e no braço

Share this post

PinIt

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    scroll to top
    Instagram
    Tiktok
    YouTube
    YouTube