Thallyta Figueirôa descarta candidatura em Caruaru

Thallyta Figueirôa é a primeira mulher nomeada administradora da ilha, indicada pela governadora Raquel Lyra (PSDB).

Os conselheiros distritais de Fernando de Noronha retomaram as atividades nesta quinta-feira (1º) após o recesso. A sessão contou com a presença da administradora da ilha, Thallyta Figueirôa, que completou um ano no cargo nesta semana.

Além de saudar os representantes da comunidade, a administradora fez um breve resumo das atividades e respondeu à pergunta do presidente do Conselho, Ailton Araújo Júnior, sobre a possibilidade de deixar o cargo em Noronha para concorrer à eleição de prefeito em Caruaru.

“Eu nunca me candidatei. Agora tenho a oportunidade de esclarecer na Casa do povo, que é o Conselho Distrital. Meu compromisso é com o governo do estado. Estou aqui e pretendo permanecer enquanto possível”, esclareceu a administradora.

Thallyta Figueirôa é a primeira mulher a ocupar o cargo, indicada pela governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSBD), e aprovada pela Assembleia Legislativa.

A administradora destacou que o primeiro ano de trabalho na ilha foi de aprendizado.

“Consegui aprender bastante, tanto profissionalmente quanto pessoalmente. Agora, com as informações do ambiente e da comunidade, podemos realizar um trabalho mais promissor e sustentável para Fernando de Noronha”, declarou a gestora da ilha.

Thallyta Figueirôa mencionou que o estudo da capacidade suporte, que indicará quantas pessoas Noronha pode receber preservando o meio ambiente, deve ser concluído no segundo semestre deste ano.

“Nossa expectativa é ter a definição desse estudo e outros produtos até agosto, no máximo setembro”, afirmou a administradora.

O presidente do Conselho expressou a esperança de que Thallyta Figueirôa permaneça na ilha nos próximos três anos. Ailton Júnior conta com o auxílio da administradora na tramitação e aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que viabilizará a eleição direta para o administrador de Fernando de Noronha.

“Vamos encaminhar o anteprojeto à Assembleia Legislativa na próxima semana. Precisamos de dois terços dos votos dos deputados e esperamos o apoio da administradora para a aprovação desta PEC”, afirmou o presidente do Conselho.

Ailton Júnior também espera o respaldo da governadora. “Queremos que a governadora, junto com a bancada estadual, auxilie na aprovação do projeto na Assembleia Legislativa. Esperamos que ela não tente vetar, caso seja aprovado”, declarou o presidente do Conselho Distrital.

Share this post

PinIt

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    scroll to top
    Instagram
    Tiktok
    YouTube
    YouTube