Primeira-dama Janja reivindica gabinete próprio no Planalto

A primeira-dama Rosângela da Silva, conhecida como Janja, expressou seu desejo de ter um gabinete próprio no Palácio do Planalto, onde seu marido, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, despacha com auxiliares. Janja argumentou que a primeira-dama dos Estados Unidos também possui um gabinete, justificando que seu papel não se limita a uma figura decorativa.

Em uma entrevista ao jornal O Globo, Janja rebateu críticas de que estaria atuando como se tivesse sido eleita, afirmando que quer manter-se informada e participar de discussões relevantes. Ela ressaltou que não participa de reuniões de trabalho do presidente Lula e que suas conversas ocorrem no ambiente doméstico.

A influência de Janja sobre Lula tem gerado polêmica e preocupação no governo, resultando na rejeição da instalação de um gabinete no Planalto. Janja defende que suas ações são pautadas por seu interesse em questões relevantes e afirmou que faz parte da demissão de algumas ministras para acomodar homens indicados por partidos do Centrão.

A primeira-dama também protestou contra protocolos que posicionam as mulheres das autoridades atrás dos maridos em cerimônias e eventos. Ela utiliza sua visibilidade para divulgar estilistas brasileiros e anunciou um evento de moda e empreendedorismo com a modelo Naomi Campbell.

Sobre sua rotina no governo, Janja mencionou saudades de tarefas domésticas e destacou que a relação com o presidente Lula envolve discussões construtivas em seu dia a dia. A entrevista foi realizada antes da demissão da presidente da Caixa, Rita Serrano. Janja reforçou seu compromisso em manter-se informada e atuante em temas relevantes para o país.

Share this post

PinIt

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    scroll to top
    Instagram
    Tiktok
    YouTube
    YouTube